Projeto Replantar Margem Verde em Belford Roxo promove ação de replantio às margens do Rio Botas

Por uma cidade mais verde! A Secretaria de Meio Ambiente de Belford Roxo, em conjunto com as secretarias de Educação, Conservação e Serviços Públicos, realizaram na sexta-feira (14-04) uma ação de replantio de mais de 100 mudas do novo Projeto Replantar no município. 

Alunos da rede pública e privada participaram da iniciativa ajudando a replantar e restaurar a mata ciliar no entorno do Rio Botas, na altura da Avenida Atlântica.

            Foram plantadas mudas de diversas espécies, dentre elas: pau-brasil, ipê rosa e amarelo, aroeira, abacateiro, albizia e cedro, todas doadas pelo Instituto Libertas, com o objetivo de recuperar as matas ciliares do município. Cerca de 60 crianças participaram das atividades, as unidades convidadas foram as escolas municipais Pastor Rubens de Castro, José Pinto Teixeira, Miguel Ângelo Leone e da educação especial Albert Sabin, além da creche municipal Amélia da Silva Magalhães e o Instituto Educacional Nilo Pessanha.

            Esteve também presente o vice-presidente do Instituto Niemeyer, Thiago Sanderson, que anunciou uma nova parceria com a Secretaria de Meio Ambiente para implantar o ‘Corredor Verde’ em Belford Roxo.

            O secretário municipal de Meio Ambiente, Igo Menezes, liderou a iniciativa de replantio na região. “Iniciamos hoje um dos projetos mais importantes realizados no Rio Botas para aumentar a permeabilidade do solo e reduzir o risco de enchentes”, ressaltou. “Vamos continuar promovendo ações de conscientização e diálogos com os munícipes, pois esse é um trabalho em conjunto para preservar o nosso meio ambiente”, completou Igo.

Colaboração da população

            O secretário municipal de Serviços Públicos, Luís Carlos Correia, reforçou a vigilância nos pontos de lixo no local. “Estaremos atuando em parceria com as demais secretarias para garantir a limpeza das áreas e melhorar os serviços de coleta. Contamos com a colaboração da população para não jogar lixo em local irregular”, arrematou Luís.

            A bióloga da Secretaria de Meio Ambiente, Nathalia Varela, explicou sobre a escolha das espécies de mudas. “Estamos reflorestando e fortalecendo a mata ciliar no entorno do Rio Botas, com mudas nativas e resistentes da Mata Atlântica”, pontuou. “A mata ciliar é importante na contribuição da qualidade da água, auxiliando na retenção de nutrientes e parte dos poluentes. Isso evita a poluição das águas, portanto é fundamental no combate às enchentes”, arrematou Nathalia.

            A diretora da Escola Municipal José Pinto Teixeira, Cláudia Sueli, ficou animada em oferecer essa oportunidade para os alunos. “Quando fomos convidados para esse projeto, meu coração se encheu de felicidade, porque estamos sempre fomentando o tema do meio ambiente na sala de aula”, realçou. “Essa campanha de preservação é fundamental. Falei com os meus alunos, memorizem o local e a rua onde está a árvore que vocês plantaram, pois vocês são parte da história da cidade”, revelou Claudia.

            As alunas do sexto ano da Escola Municipal José Pinto Teixeira, Rebeka Rosa Oliveira e Thayla Cristina Silva, de 11 anos, “Achei esse momento incrível, poder contribuir para ajudar o meio ambiente. Espero ser convidada para as próprias ações de replantio”, contou Rebeka. “Eu amei esse dia que vai ficar marcado na minha vida, quero acompanhar o crescimento dessas árvores”, acrescentou Thayla. 

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade