Belford Roxo recebeu visita técnica do Ministério da Saúde

 Saúde em primeiro lugar. Atendendo a uma solicitação do prefeito de Belford Roxo, Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, na quinta-feira (18-05), diversas unidades de saúde receberam uma visita técnica do Ministério da Saúde. Com o objetivo de avaliar a rede assistencial do município, o Ministério da Saúde enviou quatro representantes da equipe de controle, avaliação, urgência e área hospitalar: Wilson Schiavo, Juliana Oliveira, Marcos Marinho e Thiago Mendonça.

 O prefeito Waguinho, acompanhado por uma comitiva de secretários e autoridades municipais, coordenou uma visitação completa nas seguintes unidades em atividade e fase de construção: Clínica da Mulher, Policlínica Neuza Brizola, Policlínica Regional Santa Maria, Policlínica de Itaipu, Hospital do Olho, Hospital Municipal, Hospital Infantil, Unidade Mista do Lote XV, as UPAs do Bom Pastor, Parque dos Ferreiras e Unidade Básica de Saúde (UBS) Retiro Feliz, além dos Complexos Reguladores do Centro, Parque Amorim, Santa Maria, Parque dos Ferreiras, Itaipu e Bom Pastor.

O prefeito Waguinho enfatizou os esforços para ampliar a promoção de saúde em Belford Roxo e aumentar o aporte financeiro destinado ao município. “Vamos continuar lutando para garantir a saúde do povo e cuidar de todas as famílias que buscam ajuda nas nossas unidades”, ressaltou. “Fortalecemos a nossa parceria com o Governo Federal com o objetivo maior de salvar vidas, dar acesso a uma saúde eficiente e recompor o teto financeiro municipal referente aos serviços de média e alta complexidade”, completou o prefeito.

O secretário municipal de Saúde, Christian Vieira, pontuou sobre a importância da visitação. “O Ministério da Saúde tem seus critérios para distribuição de recursos, que são sempre acompanhados pela avaliação das equipes técnicas”, comentou. “Solicitamos mais recursos para dar continuidade aos nossos programas e serviços, assim como o projeto de ampliação do Hospital Municipal”, frisou Christian, que espera por uma adequação do aporte para o município e o custeio das ações de atenção primária, atenção especializada, novas unidades de Pronto Atendimento (UPA), além de aquisição de insumos e equipamentos.

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.  

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade