Secretaria elege Conselho Municipal de Assistência Social

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania, da Mulher e do Combate à Fome (Semascmcf) de Belford Roxo a eleição entre representantes da sociedade civil para compor o Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), biênio 2023 a 2025. Pela primeira vez, o processo eleitoral, contou com a participação do Ministério Público (MP).

 "Foi uma eleição tranquila que obedeceu às normas da lisura e transparência", assegurou o promotor, Bruno Gaspar, representante da Promotoria de Tutela Coletiva, que acompanhou e fiscalizou o pleito.

            Sete entidades representantes da sociedade civil participaram da eleição: Instituto Estrela Azul, QG da Paz, Casa do Menor São Miguel Arcanjo, Associação Cultural e Recreativa Afoxé Raízes Africanas, Grupo da Fraternidade Júlio Forain, Federação de Karatê do Estado do Rio de Janeiro (Fkerj) e Instituto de Proteção Social Paz e Bem. A eleição, que aconteceu na sede da secretaria, Avenida Retiro da Imprensa, no bairro Piam, foi comandada pela atual presidente do CMAS, Rosângela Pedra. "A presença do MP, através do Dr. Bruno Gaspar,foi muito significante e deu credibilidade ao nosso trabalho, que visa a transparência. Ficamos felizes com a participação, a primeira de muitas", afirma Rosângela.

            O pleito elegeu 12 representantes da sociedade civil e quatro das seguintes entidades: Instituto Estrela Azul, Instituto de Proteção Paz e Bem, Casa do Menor São Miguel Arcanjo e Associação Cultural e Recreativa Afoxé Raízes Africanas. Também foram eleitos mais quatro representantes do Fórum de Trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e ainda quatro representantes de usuários dos equipamentos sociais. A posse dos novos eleitos e dos membros representantes do governo que serão indicados pelo prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, será no próximo dia 17, às 10h, no espaço multiuso da Semascmcf.

            A secretária municipal de Assistência Social, Cidadania, da Mulher e do Combate à Fome, Brenda Carneiro destacou a importância do Conselho. “"A participação da sociedade civil nas eleições para o Conselho Municipal de Assistência Social é fundamental para garantir que as políticas públicas sejam pensadas e implementadas de forma participativa e democrática, com base nas necessidades e demandas da população local. É uma oportunidade para que os cidadãos sejam representados e possam influenciar as decisões do governo na área de assistência social", finalizou Brenda Carneiro. “"É muito importante a participação popular nas questões governamentais, seja como cidadã ou com representante de entidades civis. Precisamos estar presentes para decidir o que queremos e precisamos", completou a presidente da Associação Cultural e Recreativa Afoxé Raízes Africanas, Maria Isabel Vitorino. 

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho. 

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade