Restaurante do Povo de Belford Roxo monta arraiá com bandeirinhas e quitutes variados

O Restaurante do Povo de Belford Roxo entrou no clima das festas caipiras, típicas da época. 

O espaço ganhou bandeirinhas coloridas e vários quitutes das tradicionais festas caipiras foram servidos aos usuários, além das refeições balanceadas, do cardápio diário. O secretário Matheus Carneiro (Gestão e Inovação em Serviços Públicos) e Tati Ervite (Assistência Social, Cidadania e Combate à Fome) visitaram a unidade nesta sexta-feira (23-06)

O aposentado, Otto Ferreira, 85, chegou cedo e pegou um dos primeiros lugares da fila para aguardar a abertura do restaurante. "Almoço aqui todos os dias. Vivo sozinho e não sei fazer comida. A refeição é da melhor qualidade e o ambiente é maravilhoso. Hoje está lindo, todo enfeitado, parecendo um arraiá ", disse.

A secretária de Assistência Social, Cidadania e Combate à Fome, Tati Ervite, destacou a importância do Restaurante do Povo para o município. “Por aqui passam centenas de pessoas que se alimentam diariamente a preço popular. E quero destacar o carinho dos funcionários no atendimento. Isso é um item que faz a diferença”, concluiu Tati Ervite. “O restaurante do Povo é um referencial no município. É uma oportunidade de as pessoas se alimentarem por um valor simbólico. Além disso, percebi que a comida é excelente e de boa qualidade”, completou o secretário de Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Matheus Carneiro.

Um ano de funcionamento

Localizado na Rua Floripes Rocha, 38, próximo à Estação Ferroviária, o Restaurante do Povo completará um ano de funcionamento, no próximo dia 30. Gerente do estabelecimento que serve mais de duas mil refeições diariamente, Edson Mendes, promete comemorar o aniversário do restaurante junto com ferquentadores. "Já estamos pensando nos preparativos. O almoço da próxima sexta-feira, será em clima de parabéns" avisa.

O Restaurante do Povo funciona de segunda a sexta -feira, servindo café da manhã, a partir das 6 horas, por R$ 0 50. O almoço começa às 11 horas e custa apenas R$1.

 Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade