Belford Roxo encerra Julho Amarelo com ação no Caps-AD

 Encerrando a programação do Julho Amarelo, mês dedicado à conscientização sobre as hepatites virais, foi realizada uma ação no Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (Caps-AD), em Areia Branca, nesta segunda-feira (31-07). 

As atividades foram promovidas pela Secretaria Executiva de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde de Belford Roxo (Seve/Semus). Os eventos do Julho Amarelo começaram no dia 20 e percorreram várias unidades de saúde realizando palestras, distribuindo panfletos informativos, kits de higiene e realizando testagem durante os atendimentos. “É mais uma ação da Prefeitura de Belford Roxo visando levar saúde à população através da boa informação e da prevenção”, comentou o Secretário Municipal de Saúde, Christian Vieira.

            Além das palestras, distribuição de panfletos informativos, apenas na ação promovida na Policlínica Neuza Goulart Brizola, foram realizados 70 testes rápidos para as hepatites tipo “B” e “C”. “É necessário mantermos a população consciente da importância dos exames específicos para detecção da hepatite e dos cuidados com a higiene como formas de controlar e prevenir”, reforçou Ricardo Lopes, da Divisão de Agravos Transmissíveis da Seve/Semus e um dos coordenadores do Julho Amarelo. “É uma doença silenciosa e que tem tratamento quando diagnostica corretamente”, pontuou.

            As atividades do Julho Amarelo aconteceram também no Hospital Municipal, no Hospital do Olho, na UBS Ismael de Castro, Clínica da Mulher, no Centro de Acompanhamento e Controle Epidemiológico (Cace/Semus), no Centro POP - unidade da Secretária Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) para acolhimento à população em situação de rua-, e nas policlínicas de Nova Aurora, Parque São José e de Especialidades de Atenção à Criança e ao Adolescente (Peaca). 

  Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade