Belford Roxo promove XIII Conferência Municipal de Assistência Social

   “A Reconstrução do SUAS: O SUAS que temos e o SUAS que queremos” foi o tema da XIII Conferência Municipal de Belford Roxo, promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania e Combate à Fome e o Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). 

O evento aconteceu nas dependências da Primeira Igreja Batista de Heliópolis e reuniu cerca de mil pessoas, entre Assistentes Sociais, psicólogos e usuários dos equipamentos de Assistência Social da Secretaria. Durante dois dias, os participantes discutiram e escolheram novas propostas que possam potencializar o desenvolvimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no município. A conclusão dos trabalhos será encaminhada às conferências estadual e nacional, que serão realizadas em agosto e dezembro, respectivamente.

            A presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, Marcella Gavinho D’Icarahy, palestrou durante a abertura do evento. Assistente social de formação, ela defendeu a criação de uma verba única nacional para o SUAS, como acontece nas áreas da Saúde e Educação. “Sem recurso, não é possível fazer concurso público, melhorar salários e tampouco desenvolver políticas públicas de qualidade e assegurar bons atendimentos nos Cras e Creas. Mas com um percentual nacional garantido, evitaremos cortes no repasse de recursos, como aconteceu no último governo, que fez um corte 95% nos repasses, deixando o SUAS vulnerável ao assistencialismo e às mazelas sociais. Trabalhador qualificado é o trabalhador bem remunerado. Vamos elaborar propostas e cobrá-las”, disse Gavinho.

Amor e Assistência Social

            A secretária municipal de Assistência Social, Cidadania e Combate à Fome, Tati Ervite, destacou que a responsabilidade na prática e no trabalho de assistência social nunca pode ser pouca e deve ser mesclada com amor. “O usuário nos procura porque necessita de acolhimento. Hoje, antes de vir para a conferência, soube de um caso pelo pessoal da Assistência Social que uma mãe disse que os filhos estavam almoçando água com sal. Ela não mentiu. É uma realidade desumana. Uma família totalmente vulnerável, sem documentos, filhos desnutridos e completamente sem o direito de cidadania. Foi preciso muito amor para assistir essa família e garantir seu direito social. O amor e o trabalho de assistência social precisam estar juntos sempre. Agradeço muito o nosso prefeito Wagner Carneiro, o Waguinho, que preza pela dignidade da população”, concluiu a secretária.  

            Os secretários municipais de Gestão e Inovação, Matheus Carneiro e de Segurança Pública, Luciano Arigone, também participaram do evento.  Matheus fez elogios à secretária Ervite. “É uma secretária ativa, dedicada, que sempre está nos Cras, em todos os equipamentos, acompanhando o funcionamento, prestando um trabalho de excelência à população. É como ela disse: o amor tem que estar presente em nossas ações”, afirmou Matheus.  Arigone disse que a Secretaria de Segurança é parceira da Secretaria de Assistência Social. “Estamos com o projeto Viatura Social junto com o Centro Especializado de Atendimento à Mulher, onde o Corpo Delito não era feito porque elas não tinham dinheiro da passagem e acabavam abandonando o processo. Colocamos uma viatura à disposição para transportá-las, gratuitamente e com segurança. Estamos sempre juntos”, disse.

Eixos da Conferência

            A Conferência Municipal de Assistência Social acontece a cada dois anos. A última, em decorrência a Covid-19, foi realizada online. “Torcemos para que nossas propostas sejam acolhidas nas próximas conferências, estadual e nacional”, resumiu a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Sheila Macedo da Cruz Pereira. Cinco eixos foram colocados em discussão para criação e aprovação de propostas: Financiamento, Controle Social, Articulação entre os Segmentos, Serviços, Programas e Projetos e Benefício e Transferência de Renda.

Composição do Conselho

            O CMAS tem a seguinte composição: Presidente – Sheila Macedo da Cruz Pereira (Não Governamental), Vice-Presidente – Rosângela da Silva Barbosa Pedra (Governamental), Primeira Secretária – Maria Isabel Vitorino (Não Governamental) e Segunda Secretária – Juliana Bento Carvalho (Governamental). A Comissão Organizadora da XII Conferência: Daniela Farias da Silva (Governamental), Rosângela da Silva Barbosa Pedra (Governamental), Tamiris Almeida da Silva (Governamental), Enock Alves (Não Governamental) e Alessandra da Silva de Souza (Não Governamental).

  Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade