Mutirão de Vacinação imuniza moradores dos bairros Santa Maria e Santa Amélia

A Prefeitura de Belford Roxo concluiu com êxito, no último sábado (05-08), mais uma etapa do Mutirão de Vacinação. 

De acordo com o balanço da Secretaria Executiva de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Seve/Semus), foram aplicadas 200 doses de vacinas nos pontos instalados nos bairros de Santa Maria e Santa Amélia.

           “A determinação do prefeito Waguinho é para que continuemos a levar a vacinação para mais perto da população”, enfatizou Christian Vieira, secretário Municipal de Saúde. Foram disponibilizados todos os imunizantes aprovados pelo Ministério da Saúde visando ampliar a adesão e promover a atualização dos cartões de vacinação.

           Apenas da vacina Bivalente contra a Covid-19, foram aplicadas 65 doses nos pontos instalados nas igrejas Batista Boas Novas, em Santa Maria, e Ministério Vivendo em Fé, em Santa Amélia. Outras 45 doses de vacinas contra a gripe (Influenza) e 90 dos demais imunizantes do calendário, também foram para o braço da população.

Importância da imunização

           A massoterapeuta é cuidadora de idosos, Matilde de Lima, 60 anos, esteve no ponto do Mutirão de Santa Maria e enfatizou a importância da Imunização para quem trabalha nas áreas da saúde e da beleza. "Para trabalhar nesse ramo e essencial estar em dia com as vacinas. É seguro para nós, que estamos em contato direto com o paciente, e para quem está recebendo o nosso atendimento", destacou Matilde.

            A próxima etapa do Mutirão de Vacinação será no próximo sábado (12/08), das 9h às 13h, na Assembleia de Deus Ministério Vivendo em Fé (Rua Taylor, nº 568 – Bairro Xavantes) e na Primeira Igreja Batista em Parque Roseiral (Rua Três, nº 35). As vacinas são aplicadas gratuitamente e, para completar o esquema vacinal, basta levar um documento de identidade válido com foto e o cartão de vacinação. “Quem não tiver o cartão de vacinação, pode baixar o aplicativo Conecte SUS no celular para que as equipes possam fazer a aplicação”, lembra Yuri Ferreira, coordenador da Divisão de Imunização da Seve/Semus.

 Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade