Belford Roxo encerra Outubro Rosa com êxito

 O mês da conscientização e da prevenção aos cânceres de mama e de colo do útero mobilizou as equipes das mais diversas unidades de saúde de Belford Roxo. 

O Outubro Rosa levou médicos, enfermeiros e servidores das áreas técnicas e administrativas, a organizarem eventos e atividades especiais para levar, aos moradores de todas as regiões do Município, informações importantes sobre as doenças oncológicas que mais acometem mulheres em todo o mundo.

                Tanto nas unidades básicas (USF e UBS), quanto nas Policlínicas e Unidades Especializadas, disponibilizaram para a população serviços como: consultas, vacinação, encaminhamento para exames, aferição da pressão, orientação nutricional, acolhimento e apoio psicológico, cadastro e atualização do Cartão do SUS, além de palestras e rodas de conversa enfatizando o autocuidado, o diagnóstico precoce e o tratamento na rede pública de saúde.

                As atividades do Outubro Rosa contaram com o reforço de psicólogos, nutricionistas e assistentes sociais das equipes multidisciplinares da Divisão de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde (e-Multi/Semus). Um exemplo dessa participação aconteceu nos dias 20 e 26, quando a equipe e-Multi/Semus, do programa Estratégias de Saúde da Família (USF/ESF) organizou, nas unidades do bairro Xavantes (Xavantes I - II e III - IV) realizaram uma roda de conversas e palestras para orientar e tirar dúvidas dos moradores sobre o câncer.

Prevenção e diagnóstico

                “Buscando trazer com leveza o que é o câncer de mama e colo uterino. Abordamos a prevenção, o seu diagnóstico, o tratamento para os casos confirmados e a importância da alimentação na prevenção”, pontuou Nívea Zumba, nutricionista e uma das palestrantes da e-Multi/Semus.

                No sábado (28-10), os moradores do Jardim Redentor participaram ativamente da ação do Outubro Rosa na USF Maria Anésia de Araújo Silva, onde foi dada ênfase à esperança na cura e na confiança no diagnóstico precoce. “O câncer não deve ser encarado como doença definitiva, ou como uma ‘sentença de morte’. Existe cura sim. O temos que praticar é o autoconhecimento do corpo, com o autoexame das mamas, fazer os preventivos e confiar na eficiência dos tratamentos indicados”, declarou a Administradora da USF Selma Cruz.

                A festa de encerramento do Outubro Rosa aconteceu na manhã de segunda-feira (30-10), em um evento prestigiado pela primeira-dama e deputada federal Daniela do Waguinho, vice-líder do Governo na Câmara dos Deputados. Ela ratificou seu compromisso com a causa das mulheres do Brasil e o carinho especial pelo Município. “Agradeço a todos que se mobilizaram para que esse momento pudesse acontecer. Costumo dizer que tudo que nos é direcionado para fazer, em qualquer função, quando se coloca amor e comprometimento, sai perfeito. O cuidado com a população é, como diz o slogan, de janeiro a janeiro. E o que é bom tem que continuar”, declarou a deputada durante o discurso que encerrou o Outubro Rosa.

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade