Projeto Saúde Mais Feliz promove aulão de zumba em Heliópolis

 A Secretaria de Esporte e Lazer de Belford Roxo, através do projeto Saúde Mais Feliz, promoveu um aulão de zumba na quadra do clube Heliópolis.

 O evento, em alusão ao Outubro Rosa, teve o objetivo de promover a saúde, integração social e bem-estar. A ideia é ter um evento de zumba a cada mês.

            A cor rosa predominou no evento, em apoio à conscientização e prevenção ao câncer de mama e colo do útero. O secretário especial do Esporte, Jefferson Alencar, destacou que uma das importâncias do evento é a conexão da cidade em torno desses temas, "Como o projeto lida diretamente com pessoas e a gente tem contato com muitas histórias que precisamos dar visibilidade, esse evento aqui é importantíssimo para isso", concluiu o secretário especial.

            Apesar de ser um evento voltado para a causa das mulheres, o aulão também contou com um número considerável de homens presentes. "Os homens são muito bem vindos! Infelizmente existe uma cultura de não cuidar da saúde por parte deles. Mas a gente vem conseguindo aumentar mais a demanda dos homens cuidando da saúde, porque as mulheres vêm os chamando para participar. O projeto é para toda a população", arrematou Jefferson Alencar.

16 mil alunos em 24 polos

                O Projeto Saúde Mais Feliz conta com 24 polos abertos, tendo cerca de 16 mil alunos inscritos. E a ideia é abrir mais polos, pois existe uma demanda da população de cada bairro. Além de zumba, ainda há na grade outras atividades como natação, hidroginástica, aquazumba, treino funcional, funcional kids, bombeiro mirim, entre outras. "A gente fica muito feliz que Belford Roxo está avançando dentro dessa frente de projetos que vem cuidando da saúde através do esporte", disse o Secretário Municipal de Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Matheus Carneiro.

            Dançando e cantando com um grande sorriso, a dona de casa, Laiza Frazão, 52, diz que o Projeto Saúde Mais Feliz é um evento maravilhoso por dar importância sobre a conscientização do câncer de mama para as mulheres. "É necessário não só na zumba, na hidroginástica, mas também por dentro, que é a saúde. Sem saúde não tem ginástica, não tem zumba. Então tem que se cuidar, porque vale muito a pena.", completou.

            No mesmo clima de saúde e diversão, Katia Leonideo, 46, dona de casa, diz que pratica há muito tempo e que é bastante dedicada à Zumba "O projeto ajuda muitas mulheres. E é ótimo para a gente estar aqui exercitando o nosso corpo, cuidando da gente. Então eu amo estar aqui nesse evento maravilhoso", finalizou.

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade