Prefeitura realiza palestra sobre acidente de trabalho

A Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou uma palestra sobre acidente de trabalho e como proceder em caso de incêndio. 

O encontro foi ministrado pela Divisão de Atenção à Saúde do trabalhador e foi destinado a todos os profissionais do Complexo Regulador do Centro, local onde ocorreu o evento.

O objetivo da palestra é cuidar da saúde do trabalhador, desenvolvendo ações que reduzam doenças e acidentes, além de também os ensinar a se proteger e se prevenir dos riscos que podem ocorrer dentro e fora do ambiente de trabalho. Antes da conversa começar, as pessoas presentes fizeram uma atividade física de ginástica laboral, que é uma série de atividades realizadas no ambiente de trabalho, com o objetivo de evitar lesões dos funcionários por conta de esforços repetitivos.

É importante ressaltar que muitas pessoas não sabem o que de fato é um acidente de trabalho, que é qualquer tipo de incidente que ocorra dentro e fora de um ambiente de ofício, seja no percurso de casa para o emprego, ou vice-versa. Pode ser tanto um trabalhador inserido no mercado ou informal. Um dos tipos de acidente de trabalho são as doenças profissionais, que decorrem da exposição a agentes físicos e biológicos acima do limite da tolerância que agridam o organismo humano.

Importância do treinamento

De acordo com o diretor da Divisão de Atenção à Saúde do Trabalhador, Wagner Matheus, que também é engenheiro, a importância do treinamento é fazer os profissionais entenderem o que é um acidente de trabalho. “Nós estamos realizando um treinamento nas unidades de urgência e emergência do município. Começando por aqui no Complexo Regulador. Os próximos locais serão o hospital municipal, UPA de Bom Pastor, UPA de Lote XV e Samu”, disse Wagner.

Wagner também ensinou aos profissionais que ali estavam sobre como preencher a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT). Que é um documento que deve ser completado em todos os casos de acidente de trabalho e doenças profissionais de pessoas que contribuem para o INSS. Os acidentes ou as doenças profissionais devem ser comunicadas à Previdência Social até o 1° dia útil seguinte à ocorrência. E deve ser preenchido em seis  vias (INSS PST-SEMUS, trabalhador, Sindicato da categoria, DRT e empresa).

Devem preencher o CAT:

•          A empresa (Departamento Pessoal)

•          O Trabalhador acidentado

•          Entidade sindical

•          Autoridade pública

•          Trabalhadores da saúde e gestores do SUS

Larissa Clécia, 27 anos, que é diretora de regulação, participou da palestra e disse o quão importante é esse tipo de treinamento para os trabalhadores. “É bom para estimular a gente a quando for trabalhar, lembrar dos exercícios para não causar nenhuma lesão, ou acidente. Além de que, podemos até ensinar em casa”, afirmou. “A parte dos ensinamentos sobre incêndio são relevantes também, pois é algo que pode acontecer em qualquer lugar”, finalizou Larissa.

 Publicidade:

Clique aqui e conheçam nosso Instagram 

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.


Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade