Proerd forma 60 alunos na Escola Municipal Professor Paris

Longe das drogas e da violência. 

A Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria de Educação, em parceria com a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), formou 60 alunos do quinto ano participantes do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), na escola municipal Professor Paris, na Vila Dagmar.

Promoções Exclusivas de Natal:

Garrafas clique abaixo:

   Suplementos   Ferramentas promoção 

O Proerd promove aulas ministradas por policiais militares voluntários, capacitados pedagogicamente, em parceria com pais, professores, estudantes e comunidades. Com ênfase na prevenção ao uso de drogas, as aulas mostram ao estudante como se manter longe de más companhias, a evitar a violência, a resistir às pressões diretas ou indiretas e a sempre acionar os pais ou responsáveis quando necessário. Na cerimônia, os 60 alunos receberam certificados de conclusão e também celebraram a formatura do quinto ano de escolaridade.

Carregador e caixa de som  Celulares baratos  

Mochila de bebê  Câmera de Bocal 

O secretário municipal de Educação, Denis Macedo, frisou que a parceria com o Proerd tem rendido bons frutos, pois os alunos recebem uma boa formação e informações sobre o perigo do uso de drogas. “Estamos cuidando do futuro dos nossos estudantes e eles assimilam bem as instruções”, resumiu.

Importância do Proerd

A diretora da escola municipal Professor Paris, Tânia Baroni, destacou a importância do Proerd para o município. “Este é um programa muito valioso para Belford Roxo que educa, previne e cuida de nossas crianças. A comunidade escolar só tem a ganhar com essa prática”, argumentou Tânia. “É um momento de conclusão de um ciclo de aprendizado com muita felicidade. Esperamos que as crianças sejam multiplicadoras desses ensinamentos”, completou o instrutor do Proerd e primeiro-sargento da PMERJ, Gérson.

O aluno da unidade escolar, Matheus Medeiros, de 12 anos, foi um dos destaques do programa e esteve presente com o pai Jorge Luís na formatura. “Aprendi muito com toda essa experiência. Foi legal participar das aulas com meus colegas de turma”, compartilhou Matheus. “Acho essa iniciativa muito importante para os jovens, que ensina o caminho certo. Espero que o programa continue nas unidades escolares”, acrescentou o técnico de aviação, Jorge Luís, de 47 anos.

Publicidade:

Clique aqui e conheçam nosso Instagram 

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade