Programa ‘Mais Médicos’ realiza capacitação em Belford Roxo

A Prefeitura de Belford Roxo concluiu nesta semana a capacitação para os novos médicos pertencentes ao programa “Mais Médicos”. As palestras foram realizadas na Uniabeu. 


 Serão 27 médicos formados com o registro federal e habilitados para trabalhar na saúde básica nos postos de Belford Roxo.

A capacitação contou com vários gerentes de programas pertencentes à atenção básica da Secretaria de Saúde do município para informar sobre como funciona cada programa, entre eles, tabagismo, IST/Aids, hanseníase, tuberculose, vetores, arboviroses, hipertensão e diabetes. Eles também explicaram como é o funcionamento da Saúde do município para que os novos médicos já entrem sabendo melhor como auxiliar no atendimento da população.

Sobre a atenção básica, ela é a saúde antes de chegar na emergência. Ou seja: se os postos de saúde não realizarem o tratamento do paciente, ele acaba indo para a emergência. Isso pode fazer com que ocorra uma superlotação.

O diretor da Atenção Primária, André Ronaldo de Oliveira, discorreu sobre a chegada dos novos médicos. “Os profissionais formados são de diversos Estados. Muitos fizeram a graduação no exterior e estão voltando para o país, justamente aqui para Belford Roxo, para contemplar a atenção básica. Eles foram capacitados para irem ao campo de trabalho na semana que vem”, disse André. “Hoje estamos com uma oferta muito boa de unidade de saúde. Temos vários profissionais para ajudar a população no tratamento de doenças primárias”, completou o diretor.

 Promoções Exclusivas de Natal:

Garrafas clique abaixo:

   Suplementos clique abaixo  Ferramentas promoção  Carregador e caixa de som  Celulares baratos  Mochila de bebê  Câmera de Bocal 


Treinamento e realidade

Uma das gerentes do Programas de Mortalidade, Rosane Laeber, 57 anos, falou sobre a relevância das explicações sobre a saúde do município. “A importância de receber informações adequadas para que a população tenha um melhor tratamento e que eles conheçam o município e suas condições de saúde. Além de também criar um vínculo entre a equipe técnica e o profissional que está chegando para o atendimento”, disse Rosane. “É muito importante o trabalho do nosso setor, pois o gestor municipal tem que ter condições de tomar decisões para a melhoria da qualidade do atendimento”, completou a gerente sobre o seu programa.

João Antônio, 40 anos, médico de Minas Gerais, frisou a relevância da capacitação. “Por mais que a gente já tenha feito um treinamento, é importante estar aqui para entendermos melhor a realidade do município, sabermos o que iremos enfrentar e quais serão os nossos principais objetivos”, disse João. “É um prazer estar aqui na cidade e ajudar a toda a equipe de saúde. Eu tenho certeza que conseguiremos desenvolver um trabalho importante que ajudará toda a população de Belford Roxo”, arrematou o médico mineiro.

Herlaine Gizenga, 28, médica vinda de Goiás, argumentou que foi gratificante participar da  capacitação. “Eu que venho de outro estado, para mim é muito importante estar aqui hoje. Estou conhecendo mais a realidade da região e o sistema de saúde daqui, que é distinto de onde venho”, disse Herlaine. “É muito diferente, mas estou animada e satisfeita com o que presenciei e com as pessoas.

Publicidade:

Clique aqui e conheçam nosso Instagram 

Redação: Jornalismo A Voz do Povo.

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.



Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade